Cortesia e boa educação têm preço?

HufPost

Os franceses – e mais particularmente os parisienses – não são exatamente conhecidos por seu humor esfuziante e boa vontade com os turistas. Quem já pediu uma informação em Paris, ainda mais em inglês, sabe do que estou falando. Mas são muito gentis entre eles e amigos estrangeiros, apreciando todas as formas de verbalizar as boas normas da educação, mesmo com certo distanciamento. O “bonjour” seguido do “s’il vous plaît” é obrigatório, assim como o “merci” e o “pardon” entoado várias vezes ao dia para solicitar algo ou pedir desculpas.

Talvez por isso eles se incomodem tanto quando alguém – turista principalmente – chega a um lugar e pede algo sem “politesse”, isto é, sem as mínimas regras da educação e cortesia. E então alguns cafés e bares começaram a colocar no cardápio uma curiosa sucessão de preços, de acordo com o tom do pedido:

“Um café” custa 1,50€

“Um café, por favor” cai para 1,30€

“Bom dia, um café por favor” vale 1€.

Ao menos por interesse pelo preço menor, deve valer esse mínimo esforço, mesmo que para muitos a delicadeza com os outros não passe de um verniz ou um mero azeite social que lubrifica a relação entre os humanos. Ok, vale assim mesmo, não?

Anúncios