Flores? Pesquisa italiana revela como as mulheres gostam de ser conquistadas

Você está pensando em dar flores no primeiro encontro com a mulher desejada? Esqueça. Mire-se no exemplo das mulheres italianas e ofereça um vinho no mínimo ótimo – em qualquer situação ou local.

Foi o que revelou esse curioso estudo encomendado a uma empresa de pesquisas pela vinícola Pasqua Cantine e Vigneti. O resultado foi exatamente o que a empresa esperava: sete de cada 10 mulheres do país revelaram que o segredo para serem conquistadas é a escolha certa do vinho por parte do pretendente. É tiro e queda.

Mas cuidado com a queda. Beber demais no primeiro encontro é o que mais desagrada as mulheres (72% delas disseram odiar essa atitude, que revelaria a insegurança do aspirante aos seus carinhos). Pedir o vinho sem sequer perguntar a opinião dela a respeito também desagrada metade das mulheres e 44% afirmaram achar deselegante que suas taças sejam preenchidas sem que sejam consultadas. O “esperto” estaria querendo embebedá-las para facilitar o percurso seguinte?

O que viria a seguir pode ser provocado, segundo as vibrantes italianas, se além de fazer uma boa escolha do vinho o homem souber fazer a combinação correta com os pratos. É a opinião de 56% delas, enquanto 58% afirmaram categoricamente que o comportamento do homem no primeiro encontro revela muito de sua personalidade e ajuda a definir se querem ou não continuar o relacionamento.

Uma encrenca para os homens italianos, famosos por seus galanteios e jogos de charme, é que a grande maioria de suas conterrâneas se declara expert (51%) ou conhecedora (29%) das sutilezas do vinho. Não dá para vacilar. Ou então o jeito é procurar a minoria que revelou gostar do usual buquê de flores.

Aqui no Brasil o conhecimento da nobre bebida se torna cada vez mais expandido e é certo que as mulheres têm olfato e paladar mais apurados que o homem, sobretudo por estarem acostumadas, desde jovens, a identificar perfumes e cosméticos diversos.

E como a sensibilidade feminina também é decisiva nesses momentos, muito cuidado, amigo. Converse com ela sobre o vinho a ser tomado e, caso esteja inseguro, chame o sommelier. Se algo der errado, você poderá jogar a culpa nele e talvez salvar o segundo encontro.

Anúncios